Início > Eu só quis dizer > Ahááá! Matei a charada!

Ahááá! Matei a charada!

Foi lá pra 1995 que a Companhia do Pagode lançou o tal do Tchan. Ok, corrija-me, não acompanhei isto com gosto nenhum na época, mas decorei já que eu era obrigado a ouvir isto em cada lotação clandestina que eu pegava, em qualquer festa, quando ligava a TV ou o rádio, na perua da escola… era um saco, mas todo mundo decorou.

Depois disto, seguiram-se anos de axé, começou a era do pagode (ou foi antes?), do funk carioca, forró universitário… várias modas. Eu e alguns amigos tirávamos sarro, fizemos até uma narração Cid Moreira recitando o é o Tchan como ele fez com os versos bíblicos.

Mas foi agora, dia 20 de maio de 2009, 14 anos depois, EU ENTENDI O QUE ELES QUERIAM DIZER!!! Juro que acho que achei o fio da meada, tanto tempo, tantas modas depois.

Se você já tinha lido algo assim em outro lugar, por favor, me indique, por que eu pensei isso por muito tempo até chegar à conclusão que vos apresento ao seguinte. E se tiver uma explicação oficial, quero ler!

Mas, prossigamos.

Vamos contextualizar aqui: a mãe, baiana, tem uma filha que é meio, como dizem os catarinenses, “periguete”. Lá em Pernambuco é “meiga”, aqui em São Paulo ainda não achei nada que defina isso, mas, sabe quando tem um rebolado solto demais? Então.  Ai tá rolando uma festa e ela pede pro filho mais velho levar a menina pra passear e tal. Ai ele, que nunca foi de falar, reclama:

“Pau que nasce torto, nunca se endireita. Menina que requebra, mãe, não pega na cabeça.” Requebra, igual ao filme da xuxa. Pegar na cabeça, pensar direito, calcular as coisas.

Depois de falar isso da irmã mais nova, é categgórico”Comigo ela não vai!”. Pra completar, pede que a mãe segure a menina em casa “então segura o tchan, amarra o tchan”. Depois de 14 anos, acho que você já sabe o que é tchan. Caso ela não segure… o pior acontece “depois de nove meses você tem o resultado”.

Ai, pensando agora… rapaz, num é que o Cumpadi Washington é um gênio?

Anúncios
Categorias:Eu só quis dizer Tags:,
  1. Wesley
    maio 26, 2009 às 2:15 pm

    Leandrão, meu velho, vc é um gênio! Se com 2 semanas de férias vc decifrou esse grande mistério da humanidade, imagine o que vc não faria em 1 mês? A cura do câncer ia ser só o começo…

  2. Wesley
    maio 26, 2009 às 8:54 pm

    Apreoveitando a deixa sobre mistérios musicais, tenho um que me atormenta. ALguns talvez lembrem, outros não, daquela música natalina do John Lennon que a cantora Simone regravou (segue link com a letra)

    http://letras.cifras.com.br/simone/entao-e-natal

    Se vcs leram ou ouviram a música até o fim, poderiam me explicar O QUE DIABOS HIROSHIMA E NAGASAKI TEM A VER COM O NATAL????

    Se alguém puder me responder, ficarei eternamente grato!

  3. Otávio
    maio 27, 2009 às 5:42 pm

    Caro Wesley,

    Essa acho que vai continuar sendo um grande mistério. A Simone ainda fala sobre o atol de mururoa (local que a França realizou uma série de testes nucleares). A questão é: seria Lennon cristão?, ou estava lamentando os milhões de japoneses mortos? (devemos considerar a hipótese de familiares da sua eterna amante Yoko Ono terem morrido nessa brutal tragédia)
    Falar sobre mururoa não seria um grande apelo, para que os testes nucleares parassem? ou será que Lennon gostava de passar suas férias na polinésia francesa, e não gostaria que a paisagem fosse destruida e contaminada por tão terríveis testes?

    Mas acho que você deve continuar dormindo com esse barulho, pois só de ter pensado que significa já foi ótimo.

    Não pude deixar passar em branco seu lado tecnológio Wes, mas acho que ainda não consigo imaginar o sr. “navegando” na internet….
    bjo

  4. junho 1, 2009 às 11:45 pm

    olha eu acho é pouco… traduz isso aqui lê?? (lembrando do saudoso cabelo do beto que o ostentava chupando as pontinhas e mal penteado).

    Grupo Carrpicho:

    Tic Tic Tac

    bate forte o tambor
    Eu quero é
    Tic tic tic tic tac
    Bate forte o tambor
    Eu quero é
    Tic tic tic tic tac

    É nessa danca
    Que meu boi balança
    E o povo de fora
    Vem para brincar
    É nessa danca
    Que meu boi balanca
    E o povo de fora
    Vem para brincar

    As barrancas de terras caidas
    Faz barrento o nosso rio-mar
    As barrancas de terras caidas
    Faz barrento o nosso rio-mar Amazonas, rio da minha vida
    Imagem tão linda
    Que meu Deus criou
    Fez o céu, a mata e a terra
    Uniu os caboclos
    Construiu o amor

    REFRÃO

    por anos eu e o wesley RECITAMOS como poema… acho que o beto pode explicar eheheh

  5. junho 2, 2009 às 2:15 pm

    o que é tic tic tic tic táh??
    juro que estou pensando muito e não consigo entender

    • Wesley
      junho 9, 2009 às 11:31 am

      Fabito, creio que tic ic tic ta seja o som de um tambor bilingue.

      Abraço na boca!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: